Domingo, 29 de Novembro de 2009

DESAFIO EM CADEIA ROUND 4..RESULTADOS I!!

SIMPLICIDADE

 

De uma maneira singela, breve, e com poucas palavras, faço a apresentação dos trabalhos enviados pelos amigos que me abraçaram neste desafio e aos quais apenas acrescentei um pouco de mim, nomeadamente as cores que fazem parte da minha vida e iluminam o meu caminho. Palavras e Cores são a  iluminação perfeita para esta Árvore de Amizade que aqui se faz sentir, a qual me tem presentiado com belas raízes, troncos saudáveis, ramos enfeitados, flores sensíveis, folhas humildes, frutos suculentos e pólen.....muito pólen encantado.

 

Amiga... traquina e sempre doce.... Parabéns0000yg4t.gif 0000yg4t.gif

 

SIMPLICIDADE

 

Com a simplicidade de um momento
Gravaste na minha alma
este desejo que bem fundo
faz parte do meu mundo
onde tudo é cor de rosa
 
Com a simplicidade de um olhar
um carinho envergonhado
ardi de desejo
de te querer como namorado
 
Com a mesma simplicidade
tudo aconteceu
por isso hoje sou tua
e tu és (todo) meu
 
És simplesmente o meu amor
o meu amigo
e companheiro
e é com simplicidade que o grito
AMO-TE (ao mundo inteiro)...

 

 

 

By  Tangerina

 

 

 

 

 0000yg4t.gif 0000yg4t.gifAmiga... romântica, divertida e cheia de amor... Parabéns

 

S* I *M* P*L*I*C*I*D*A*D*E

 

Simplicidade é a beleza em si.

Não existe nada mais belo do que um malmequer silvestre ou uma simples espiga, abanando na brisa da Primavera. Aguentando o rigor do Verão.

Nem a mais rubra e sofisticada rosa se compara, a essa dança despretenciosa. É ser-se genuíno e ao mesmo tempo

um ser perfeito, sem mácula.

Ser leal sem procurar obter proveito e passar entre os demais, com aquela sensação de leveza que os deixa a olhar e a sentir a diferença.

Simplicidade é a capacidade de ser uma coisa especial, num invólucro igual ao de tantos,

mas que uma e outra vez olhado, se nos apresenta como a mais valiosa e rara obra de arte.

Ser simples é ser puro, é ser capaz de modificar coisas, quando muitos o tentaram e nunca conseguirão fazer.

 

 

By Sindarin

 

 

 

 

 

 0000yg4t.gif 0000yg4t.gif

Amigo... coração mole, companheiro e cúmplice...Parabéns

 

 

S I M P L I C I D A D E

 

Fazia frio, daquele frio que nos entra no corpo, nos corrói a alma, e nos tolhe os movimentos.

Noite de natal, a azáfama dos centros comerciais era de tal forma que as filas intermináveis de carros tinham o aspecto de grandes lagartas luminosas que se estendiam pela noite.

E cá fora ele olhava, estava só, perdido numa imensidão de recordações, de uma família que já não tinha, de filhos que já o tinham deixado para trás.

A idade pesava-lhe nos pés, o dinheiro não chegava para uma festa de Natal, a sua casa, agora vazia não tinha calor.

A Amada, essa mulher fabulosa que lhe tinha dado cor aos dias, há muito tinha deixado este mundo, levando consigo uma vida abruptamente roubada pela doença.

E ele ali estava, olhando as luzes de Natal, penduradas nos ramos das árvores da grande cidade.

O relógio que teimosamente girava procurando a meia-noite, não lhe trazia alegrias, apenas memórias.

A pouco e pouco as imensas lagartas luminosas foram-se desvanecendo e a cidade ficou deserta.

Os carros mais potentes e os sacos de prendas mais bonitos tinham já destino certo, e as pessoas passavam e olhavam com desconfiança para aquele vulto silencioso que se mantinha absorto nos seus pensamentos....

A pouco e pouco retomou o caminho de casa, aquela casa tão silenciosa que nem o Natal ali tinha chegado.

-Lembro-me de si!!!

Foi a primeira frase que ouviu quando um carro potente parou a seu lado, olhou, descontraidamente e ouviu de novo:

-Lembro-me de si!!!

-Lembro-me de si, quando nos esperava no fim da escola para nos oferecer a fruta do seu pomar sempre tão bonito!

E assim o homem sorriu, e lá foi explicando que já não tinha o Pomar e que a sua vida era apenas feita de recordações.

O Dono do carro saiu e abriu-lhe a porta, ele entrou, e foi levado como por magia para uma casa iluminada, onde havia calor, onde havia Natal.

Tudo era de uma riqueza enorme, o homem que o tinha abordado, era agora rico e poderoso.

A ceia de Natal era rica e por momentos o homem que vagueava na rua sentiu-se feliz.

Na hora das sobremesas sobressaia no centro da mesa uma cesta com maças, menos vistosas que tudo o resto, pareciam mesmo colhidas num qualquer pomar sem qualquer cuidado.

O Dono da casa pegou numa, e quase como num acto solene calmamente descascou-a e começou a comer....

Há volta os filhos e os netos deliciavam-se com todos os manjares existentes.

Mas o dono da casa com a sua maçã, olhou o homem que tinha convidado para sua casa e exclamou com os olhos brilhantes:

- Lembro-me de si, foi assim que comecei, com a fruta do seu pomar!!!

- Lembro-me.... de si!!!

Que o Natal sorria a cada um de nós, na simplicidade de um fruto! E que nos lembremos sempre dos outros.

 

 

By Lovenox

 

 

 

 0000yg4t.gif 0000yg4t.gifAmiga... apaixonada, sensível e XL boa onda...Parabéns

S I M P L I C I D A D E

 

Será que é possível para mim, falar sobre uma palavra  tão complexa como esta !!!

Complexa  sim …

Simplicidade é acordar pela manhã sem pensar no rol de tarefas a fazer ao longo do dia.

Simplicidade é chegar ao fim do dia e conseguir esquecer o dia terrível que está a terminar, e não fazer planos para o dia seguinte.

Simplicidade é chegar a sexta-feira a noite, e pensar que vamos ter um fim-de-semana calmo e tranquilo.

Simplicidade é vestir algo que nos apeteça e sair para o trabalho sem receio de ser alvo de comentários.

Simplicidade é saber aceitar os outros sem preconceitos ou “ondas” de superioridade.

Simplicidade é amar aproveitando cada momento, sem planos ou projectos.

Simplicidade é conseguir viver em tranquilidade e harmonia com o mundo.

 

 

By Green-Eyes

 

 

 0000yg4t.gif 0000yg4t.gifAmigo...sedutor e terrivelmente encantador...Parabéns

SIMPLICIDADE

S uavemente, beijou-a. Como quem beija o amor de uma vida. Uma flor.

I ria deixar que o tempo desfilasse, lento, agonizante. Todas as esperas tinham o sabor do purgatório.

M emórias, muitas memórias. Ausências, cartas escritas no vento, lágrimas de emoção na volta de cada carteiro.

P artir. E voltar. Por cada partida, um regresso. Como podia a vida, de uma forma tão simples, ser tão tortuosa?

L ado a lado, haviam redescoberto o amor, a paixão dos sentidos, o indefinível prazer de acordar nos olhos um do outro, todas as manhãs.

I ria esperar por ela. Todos os segundos, espreitando o fundo da rua, na espera ansiosa de um sorriso anunciado.

C ada vez que a beijava, imaginava-lhe as pétalas como a pele macia do rosto, do pescoço, do peito. Uma mera tulipa amarela, sim... mas também ela, em sonhos, porventura... poderia ela sentir-se assim também beijada?

I nfinito enquanto dure, assim dissera o poeta. Sim. Esperaria por ela, com infinita ansiedade. Sabendo e sentindo que ela, algures do outro lado do oceano, esperava também o passar longo das horas, dos minutos, dos segundos.

D e novo, espreitou a rua. Nada, ainda nada. Porque seriam tão cruéis os segundos finais de todas as esperas?

A mor. Estranha palavra, estranha simplicidade para algo que nunca conseguira definir, escrever, compreender. Como se pode amar sem entender todas as razões do coração? Sem entender uma única razão?

D e repente, viu-a. Correndo estrada fora, de encontro aos seus braços. Uma lágrima rebelde teimou em molhar-lhe o rosto. Os homens também podem chorar?

E de repente, de uma forma simples, como quem se olha ao espelho, tocaram os dedos, num momento único de reencontro. Novamente unidos, novamente UM, o paraíso reencontrado.

By Entremares

 

 

 0000yg4t.gif 0000yg4t.gif 0000yg4t.gif 0000yg4t.gif 0000yg4t.gif0000yg4t.gif 

Sinto-me muito lisongeada e agradecida pela oportunidade que o  amigo Cúmplice me deu, pela confiança que depositou em mim e pelas suas cumplicidades , agora cabe-me a mim  destacar alguém para dar continuidade e assegurar que esta corrente continue com a mesma dedicação e entrega que merece, e a qual todos nós juntos iremos apoiar sempre com belos textos,palavras bonitas, quentes, verdadeiras e especialmente de coração.

 

 

 Continua...

 

 

sinto-me: ENCANTADA
germinado por libel às 22:47
link do post | Semeia | favorito
|

*O meu olhar é nítido como um girassol, sinto-me nascida a qualquer momento, talvez por ser distraída demais, mas é bom sentir que cada vez parece sempre a primeira. Aqui todos os dias vão ser assim: UMA AGRADÁVEL SURPRESA!!

*pesquisar

 

*Outubro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

*Plantações recentes

* A vida no campo é...

* Sexto re(encontro) de blo...

* Ri-te pa, ficas mais boni...

* receita da alegria

* "Cumplicidades" lingerie ...

* #Dia da Mulher#lingerie r...

* Cúcú...BOM ANO por aqui

* É sexta-feira. Yeehhh!!!

* É giro quando...

* Que tal, para o nosso jan...

* Prometo perder...

* Sem título que é melhor.....

* Encontros perfeitos...

* Amizade é fazer o bem...

* Momento da verdade V

* Encontros, amigos e alhei...

* Quem adivinha?

* E... se não houver amanhã...

* FELIZ DIA DA MULHER!

* Um dia vou escrever um li...

*últimas colheitas

Puxa, até fiquei com os olhos em bico quando vi es...
Mauzinho, eu?Amuei!
I know I know, sorryyyyy, reparei logo a seguir n...
Erro no pedaço: este eu é o Observador e não o Obs...
Oiapppppp..., por mim está no papo!!!Agora temos q...

*Os amigos azuis!!

 

 Azul.. azul..azul..

Uma das mais belas cores do mundo.
Pode representar o céu, uma flor,

um fruto, o mar, um sorriso,

uma emoção, um sentimento...
Cheio de beleza e clareza!
Uma cor que nos faz sentir seguras,

a cor da imaginação.
Uma cor suave...

que nos tranquiliza ..

Azul..azul..azul...

É a cor da Amizade!!..

 

*Outras plantações

* Outubro 2017

* Maio 2017

* Abril 2017

* Março 2017

* Janeiro 2017

* Julho 2016

* Junho 2016

* Abril 2016

* Março 2016

* Fevereiro 2016

* Janeiro 2016

* Dezembro 2015

* Agosto 2015

* Julho 2015

* Junho 2015

* Maio 2015

* Abril 2015

* Janeiro 2015

* Junho 2014

* Maio 2014

* Abril 2014

* Março 2014

* Fevereiro 2014

* Janeiro 2014

* Dezembro 2013

* Junho 2013

* Maio 2013

* Abril 2013

* Março 2013

* Dezembro 2012

* Outubro 2012

* Agosto 2012

* Junho 2012

* Maio 2012

* Abril 2012

* Março 2012

* Fevereiro 2012

* Janeiro 2012

* Dezembro 2011

* Outubro 2011

* Setembro 2011

* Agosto 2011

* Julho 2011

* Junho 2011

* Maio 2011

* Abril 2011

* Março 2011

* Fevereiro 2011

* Janeiro 2011

* Dezembro 2010

* Novembro 2010

* Outubro 2010

* Setembro 2010

* Julho 2010

* Junho 2010

* Maio 2010

* Abril 2010

* Março 2010

* Fevereiro 2010

* Janeiro 2010

* Dezembro 2009

* Novembro 2009

* Outubro 2009

* Setembro 2009

* Agosto 2009

* Julho 2009

* Junho 2009

* Maio 2009

*links

*Obrigado Sindarin

*É aqui neste...

Cantinho virtual
que escrevo os meus pensamentos.
É onde gravo o que sinto
o que me inspira, vejo e sonho.
É onde todos vocês podem escrever
comunicar, informar, apresentar,

partilhar, sorrir e brincar. 
E tu também tens o teu cantinho?
Aquele onde as palavras se soltam

como notas de música...no ar.

Onde os sabores são néctares

e se misturam em páginas virtuais.
Eu tenho.
É aqui mesmo.
Entra e descobre tudo o que tem
num simples..."CLIC"..

 

*Voltem sempre!

Remédio santo...

 

Adrenalina ao rubro...

 

Equilibrio perfeito...

 

      = Família feliz

*Posts mais germinados

*tags

* todas as tags

*Obrigado Daisy e Tiger

*Eu participo


Amigos de longe que

gostava de conhecer

Lis-Brasil

A minha fotografia

Julieta-Brasil

Wânia-Brasil

A minha fotografia

Amigos que já conheço

Paulo-Lisboa

Manu-Óbidos

Mafalda-Lisboa

Lovenox-Coimbra