Segunda-feira, 1 de Março de 2010

A POESIA NAS ESTAÇÕES!!..

Os desejos da nossa forma de vida formam uma cadeia ...

cujos elos são a esperança...

 

praiaquerida.JPG

(imagem retirada da net)

Estava sentada na areia fina, bem perto daquela muralha, onde tantas recordações teimavam em avivar a sua memória. Não teria ficado mais de cinco minutos naquele lugar, mas algo a prendia, talvez o facto de se sentir sózinha e sem rumo. Ali iria encontrar um caminho, sabia que aqueles grãozinhos de areia eram especiais, aquele mar imenso a tranquilizava. Imaginara faz muito um dia como aquele, ameno, silencioso, apaziguador, e era isso que precisava...de silêncio!!..Os flashes de situações outrora vividas abriam-se como clarões, conseguia visualizar tudo ao pormenor, era tão real que achava poder mudar o rumo dos pensamentos e dar outro sentido aquela história. É isso, precisava estar ali, reviver tudo de novo, só assim poderia compreender e talvez começar de novo, saltar páginas não era solução, fechar os olhos não resultava, abdicar de novas emoções era morrer aos poucos.
Sentia a areia morna por entre os dedos, o sol batia-lhe nas pernas nuas, tinha arregaçado as calças de linho e por momentos viu-se a correr em direcção ao mar, as marcas dos seus pés ficavam tatuados no areal molhado, que engraçadas eram as marquinhas, tantas em tão poucos passos, quantos pés teria, um dois, três...perdeu-lhes a conta e deixou-se cair em sorrisos largos, satisfeita por conseguir pensar em coisas rídiculas como os pés. Que mais a faria rir, tinha que fazer um esforço, tinha que contrariar os pensamentos, mover-se, distrair-se, brincar consigo própria , com o seu sentido de humor, tão esquecido no tempo. Tinha liberdade, podia fazer tudo, inclusive sonhar, sem receio de ser acordada, podia voar sem medo de cair, podia caminhar, trilhar caminhos, afastar as pedras, pular  muros e voltar a sorrir....e viver, viver...viver....
 
Sentiu os salpicos na cara, estava fria, límpida e tão azul, conseguia ver as conchas, os búzios, as pedrinhas de várias tonalidades, até se destacou uma estrelinha do mar. Que faria ela ali sózinha pensou, quase que a reconhecia de tão presente e familiar, não podia ser a mesma, passou tanto tempo, aquele colar. Levou a mão ao pescoço, ainda o sentia lá, apesar de há muito se ter afundado nas areias dessa praia. Esquece..esquece..esquece..., concentra-te na garrafa, no bilhete, tem de ser agora, a maré está perfeita, o vento a teu favor, embalada pelas ondas chegará ao destino. Tu consegues,  ...joga no mar as tuas dúvidas e incertezas, os teus medos e receios, a tua saudade e desespero, mas também os teus pensamentos, sonhos e desejos, depois ...aguarda pela resposta, ela virá todos os dias,  na brisa da Primavera, junto ao calor do Verão, escrita nas folhas do Outono e temperada pelas chuvas do Inverno. 
 
ACABOU??....Ohhhhh...Estava tão bonito....queria mais....
 
Agora a sério, este episódio não vos é familiar??...existem alturas na vida em que precisamos jogar a garrafa ao mar e acreditar que a bom porto vai parar, é o tal fio condutor que percorre o nosso interior, exalta e faz reagir, é a tal esperança que nunca morre. É a sobrevivência a revelar-se numa experiência de VIDA!!...
...É o CORAÇÃO a mostrar quem manda!!... 
 
 Digam lá se não estou inspirada??...isto dava um livro...lol..
..mas preciso da vossa ajuda ..., todos são essenciais...
que tal darmos cor às estações desta história... Porquê??...
Ora, porque todas elas nos oferecem Esperança.
BORA LÁ!!...
 
Rolando, tu és todo Verão,
trazes calor no coração..
escreves com emoção e paixão,
que dirias sobre essa estação??
 
Mafalda, em ti vejo o Outono,
ofereces grande admiração...
Tuas palavras são versos de sonho..
E qual escreverias nas folhas desta estação!!
 
Paulo, guardei para ti a Primavera,
pela magia e perfume desta estação..
Sei que encontrarás esperança nela
e mostrarás o caminho da reflexão..!!
 
Manu, tão longe e presente neste Inverno,
As saudades partem-me o coração..
Quero muito sentir-te bem perto
e ler a tua alegria nesta estação!!
 
Regina, Lis, Wânia, Julieta, Maria ..
Todas juntas numa palete cheia de cor..
fazem as delícias de cada estação
escolham uma e façam uma poesia de amor..
 
Green, Cris, Eusinha e Sindarin...
Suaves, ternas e amigas de coração..
Deixem uma palavra, um gesto, um pensamento..
e ganhem as cores de cada estação.
 
Enigma, Tangerina, Geeny e Raiozinho ..
Mas que bela animação
Escrevam com chuva ou com solinho
qualquer coisa sobre uma estação...!!

 

 

E todos os que aqui se juntem

na  poesia de cada ESTAÇÃO..

são bem vindos e disfrutem

desta boa disposição!!..

 

 

Desejo a todos uma óptima semana 

recheada de boas inspirações..

                                                                                  ...divirtam-se...e

 brinquem com as estações...

 

                                                                                            Iz@

germinado por libel às 11:12
link do post | Semeia | favorito
|
44 comentários:
De mafalda-momentos a 1 de Março de 2010 às 19:09
Amiguinha
eu aceito o Outono.
mas não queres mesmo um poema pois não?
pode ser assim umas palavrinhas? e
dás-me tempo?
é que estou "cheia de trabalho - esta noite faço serão".
Adorei o teu texto libel e voltarei mais tarde.
Agora deixou-te um beijo grande e apressado
Mafalda
De libel a 1 de Março de 2010 às 23:08
nhamm...nham...já estou a lamber os bigodes amiga, pois adivinho um manjar dos deuses, pelas tuas mãozinhas de fada só pode a ementa ser de excelência. Não quero atrapalhar o teu serão, imagino a pressão misturada com o entusiasmo e vou deixar-te trabalhar em paz e sossego. Voltas quando quiseres e tiveres disposição, tu sabes que esta porta nunca se fecha, está sempre aberta à vossa imaginação e prazer. O tema são as estações, chamei de poesia ao aconchego que cada uma nos traz. Mas os comentários são livres, como tudo que aqui gira!!

Beijokas e bom trabalho!!...nhamm..nhamm...
De mafalda-momentos a 15 de Março de 2010 às 12:13
Foi uma linda história que aqui deixaste, com tudo o necessário para nos fazer sentir o sol quentinho deste cantinho... e até o escorregar dos grãos finos de areia por entre os dedos...
Não cheguei a dizer-te com todo aquele stress (está bem de ver que sou mesmo maluca) que adorei o teu conto... e acho Libel que nunca tão "séria" te tinha encontrado. Eu sei amiga que todos nós temos os nossos momentos em que as recordações aparecem, às vezes do nada... e tens toda a razão porque essa de "saltar páginas não era solução...".
Não sei se todos os sentimentos descritos foram apenas imaginação, ou fruto de um pedaço de realidade que te trouxe hoje aqui, assim...
Mas imagino, que mesmo sendo fantasia, algures por aí, eles serão tuas visitas. Embora tenhas uma maneira de estar na vida toda envolta em alegria, quem amiga, não guarda preciosas recordações...
Quis dizer-te que entendo que também tu deves ter as tuas lutas interiores...

Bom... mas como já lá diz o ditado - tristezas não pagam dividas -...

Faltei à chamada... pedi um tempo e não cumpri... não gosto de fazer isto... por isso me puz de castigo a mim mesma lá no meu espaço.
Sei que já viste e vou agora para lá responder-te.
Obrigada pela história linda e pelo tão conseguido final.
Beijoquinhas
Mafalda


De libel a 15 de Março de 2010 às 21:27
Olá Mafalda,
Quanto ao teu texto só posso dizer uma coisa:
Acho que te vou por de castigo muito mais vezes, pois se for preciso para nos deliciarmos com a tua esccrita...eu viro mais ruim do que já sou e infernizo todos os teus momentos de paz com trabalhinhos de casa...ahahhhh..

Quanto a mim, uns são imaginários, outros reais, outros fantasiosos, outros sonhados e outros ainda por sonhar, mas na realidade quis apenas tocar um pouco de esperança no coração de todos.

Beijokas amiga...e obrigado pela tua dedicação e amizade.
De Sindarin a 1 de Março de 2010 às 21:58
Querida! Não sei se era para deixar aqui, mas se achares k não é diz e desculpa.

aqui fica o k me suferiu o texto, que está adorável, não sei se era assim. Um imenso beijinho.

Paleta de Cores

Começo pelo Outono
O que gosto mais
Aparece cinzento com cara
De sono
Prevenindo-nos para os vendavais
Depois vem o velho Inverno
Zangado, frio, rabugento
Rigoroso,
A soltar trovões e rajadas
De vento
E aparece então a princesa
Bela, suave Primavera
Vestida de cores e de seda
Tal como é digno
Da realeza
Pintado os campos à volta
Fazendo suspiros de amor
Saltitando levemente
Sorridente
E faz a sua aparição
Vestido a rigor
Importante e ardente
O Verão!
De que tão quente torna-se
insuportável
Mas perdoo-lhe aquela
Noite admirável em que me roubaste
Um beijo
E apesar de não o admirar suporto-o
Porque a seguir eu sei
Quem vem...
Aquele que gossto!


Sindarin
Mil bjs
De libel a 1 de Março de 2010 às 23:37
Sindarin sabes o que me apetecia agora...pois é, dar-te um ensaio de beijinhos, encher-te com uma rajada de abraçinhos e ainda alguns puxões de sorrisos nessa tua mania (manienta impossível) de pedir desculpa.

Os meus posts apenas visam alcançar a vossa boa disposição e oferecer dentro do que me é possível a minha consideração, amizade e dedicação. Se continuo por aqui, a todos voçês o devo, pois são quem me incentiva e motiva, dia após dia, para que este prazer pela escrita seja nosso companheiro.

Os comentários sempre foram livres e tu sabes disso, qualquer um é digno de resposta, seja de acordo com o tema ou não, aquilo que vai na alma de cada um é o que fica registado. A partilha, as ideias, as opiniões, os gestos, as atitudes, a participação, a visita, o convivio, o envolvimento, é um todo, e fico muito feliz por sentir que este cantinho consegue reunir um pouco de tudo isso. É um grande tesouro!!..

Se o meu texto proporcionou essa bela poesia, que mais poderia querer....uma palete de lindas cores, recheada de vários tons e regada com a tua imaginação que flui ao som de notas musicais.

Se me permites, esta parte dedico-a a ti:

"E aparece então a princesa
Bela, suave Primavera
Vestida de cores e de seda
Tal como é digno
Da realeza"

Beijinhos e obrigado......este post ficou bem mais bonito!!...
De Sindarin a 1 de Março de 2010 às 22:00
Desculpa os erros amiga! Bjs
De Paulo a 2 de Março de 2010 às 00:14
Libel, por momentos pensei ter começado a ler um livro e de repente esta frase fez todo o sentido ali: «ACABOU??....Ohhhhh...Estava tão bonito....queria mais....»

Senti-me: dares um quadradinho de chocolate delicia enquanto vemos a enorme tablete de onde ele veio e quando os olhos cobiçavam outro a seguir … aquela frase aparece para despertar do apego!

Ficou-me na retina a referência aos nomes dos ilustres visitantes deste Cantinho, para mim que sou novo nisto, verifico aqui uma raridade de um autor ser muito dedicado a todos os detalhes envolventes ao blogue. Quando vi de tarde o nome Paulo, por segundos fiquei a pensar que era … mas … nah … é apenas uma homenagem a todos os Paulos que passam por aqui, assim como todos que se gostam de ouvir chamar de Rolando, Mafalda, Manu, Regina, Lis, Wânia, Julieta, Maria, Green, Cris, Eusinha, Cris, Enigma, Tangerina, Geeny, Raiozinho e tantos outros. Mesmo assim fiquei tocado pelo ENTUSIASMO e pela INSPIRAÇÃO que me ajudaram num extenso texto em que utilizei todos os sentimentos que conhecia envolvendo cumplicidade com intenção de em jeito de comentário dava a ler aqui, mas a DÚVIDA sussurrou-me que estava no caminho dela e os do meu signo são mais de procurar o caminho da CERTEZA. Então já decidido que aquele texto era um pedaço de mim, não iria ser destruído, procurei então uma garrafa vazia de moscatel que sobrara das festas de ano novo, dei o título ao texto de “as palavras que nunca te direi”, assinei com o pseudónimo “visitem o Cantinho da Libel”, carinhosamente enrolei o manuscrito com um laço azul, arrolhei a garrafa e junto ao mar, foi só esperar pela 7ª onda para atira-la para lá da rebentação e desejar Godspeed.

Grato pela boa recepção que dá a todos e Boa semana de leituras

P.S.: sobre o post anterior, quis subir mais alto que as minhas asas à moda de Ícaro permitiam, foi então que o sol começou a derreter a cera e uma a uma, as restantes penas se descolaram enquanto caia em queda livre, vindo a aterrar num palheiro, ainda assim sorri porque … até podia ter sido pior e estar agora em cima da enorme figueira-da-india mesmo ao lado. Tudo isto para dizer que não consigo acompanhar a escrita e dedicação que a Libel coloca em tudo o que se propõe fazer com as palavras aqui, foi funtástico enquanto me imaginei a subir. Com admiração agradeço com um sorriso a atenção que me dispensaste ao meu desabafo, se há um tempo para ceder e outro para homenagear, sinto-me nesse momento de apenas ler e responder com o silêncio vindo da contemplação.
De libel a 2 de Março de 2010 às 14:45
Pois olha Paulo, acredita que me servi das estações para poder cortar o fio à meada, senão isto desenrolava, desenrolava....e nunca mais parava... ahahhahaha.....aquela frase surgiu com esse efeito mesmo, desapegar delicadamente para que os motivos sejam entendidos como um caminho à reacção. Ou seja, apetecia-me imenso ter continuado com a história, até porque dali para a frente o sentido seria positivo, mas...achei que o principal foi dito, e que poderia dar a volta de uma outra forma, aproveitando a vossa cumplicidade, o enredo poderia se transformar em várias opções de vida, com o objectivo sempre de trazer um pouco de cor a todas as estações. A poesia é o aconchego, o alento, o calor de que precisamos, o assobio dos passarinhos, o ruído da chuva na vidraça, o estalar das folhas caídas. É tudo aquilo que agarramos e transformamos em motivos para viver a sorrir!!..

Os nomes referenciados é como dizes, podem ser qualquer um que por aqui passe e sinta que é o tal, no entanto cada uma destas pessoas sente a sua presença querida neste espaço e esse sim é o objectivo, que todos se sintam acarinhados sempre de igual forma, mesmo que os nomes não constem no post.

Quanto à garrafa de moscatel, a bom porto vai parar, tenho a certeza..., tal como dizes os do teu signo procuram sempre CERTEZAS, apesar das dúvidas tentarem cortar caminho. No entanto, a 7ª onda foi o teu palpite depositaste nela toda a confiança e jogaste a garrafa com determinação, a resposta receberás todos os dias, em cada estação, em cada folha, em cada gota de chuva, em cada flor plantada e em cada nascer do sol.

Beijokas e até breve...
De Enigma. a 2 de Março de 2010 às 04:14
Olá Libel, estava com saudades de você. Vou elaborar o meu texto, estou super animada. Volto amanhã. Milhões de beijos!!



De libel a 3 de Março de 2010 às 14:19
Olá Enigma, volta sim, com ou sem poesia és sempre bem vinda!!..
Essa animação é um néctar para este cantinho, não imaginas como é reconfortante sentir que transmitimos algo bom para as pessoas.

Beijokas amiga...
De Genny a 2 de Março de 2010 às 09:28
Ai Libel que trabalheira
Escrever sobre uma estação
Do Inverno à Primavera
Eu prefiro o Verão

Mas nao posso esquecer
O Outono linda estação
Aquelas cores maravilhosas
Que me enchem o coração!
De libel a 3 de Março de 2010 às 14:28
Genny os versos foram feitos para ti,
eu sabia que não resistias às estações
Cada uma reflecte o brilho entre si
e para ti não existem comparações...

Soltas as linhas e fazes um brilharete
a tua alegria é uma inspiração
os versos saem em forma de ginete
e todos eles aquecem o coração..

ahahhahahaha.....
És linda miúda....eu sabia, toda tu és poesia, mas ainda tens que descobrir...esse grande valor.

Beijokas amiga...

De amaria a 2 de Março de 2010 às 11:27
Tens uma nomeaço no meu blog..

Beijinhos..
De libel a 3 de Março de 2010 às 14:33
Oiapppp...já lá fui Amaria e que grande alegria me deste, pois é um prémio de grande valor para mim. Mais ainda por descobrir que no meio disto tudo consigo chegar a pessoas que me lêem em silêncio, mas que guardam bons pensamentos no coração.

Obrigado amiga...
De amaria a 3 de Março de 2010 às 14:51
As vezes quem nos ouve e ve em silencio, e quem esta mais perto de nós..

beijinho grande
De mafalda-momentos a 2 de Março de 2010 às 13:58
A menina por acaso já foi espreitar?
E por acaso sabes que gosto muito de ti?
E por acaso já te agradeci o suficiente?
É por acaso sabes que sem ti amiga teria sido um fracass???!!!!

Beijoquinhas linda e lá eu estava só a brincar para dar tempo para fazer a entrega do prémio.
Não imaginas o que tive que procurar para encontrar aquela minha fotografia...ihihih
De libel a 3 de Março de 2010 às 14:54
Por acaso já fui espreitar sim, sabes que por vezes isto aqui anda um pouco a carvão, mas com o Red bull a dar o empurrãozinho, a coisa melhora!!..

E por acaso também sei que gostas muito de mim, assim como eu também gosto, mas não me vou esticar muito para isto aqui não começar a grudar e a ficar peganhento, imagina esta quantidade de papeis que tenho à minha volta grudarem em mim para sempre, bolas..quero é despachar serviço.

E por acaso já me agradeceste sim, mais do que suficiente, tu és uma esbanjadora, estou farta de te dizer que tens que ser mais poupadinha, senão como vais fazer nas outras estações ??...

Agora nessa não acredito, só sei que a palavra fracasso não estava autorizada a interferir, por isso amiga, comigo ou sem migo, tu terias feito um excelente trabalho, pois eu nunca duvidei e sempre tive um orgulho imenso nessa tua capacidade de envolvência.

Quanto aquela tua fotografia....upa..upa....que bela regaça...vestida a rigor e com um ar de frescura invejável....buáááááááá..também quero!!..

Beijokas amiga linda...
De mafalda-momentos a 2 de Março de 2010 às 19:52
Pronto já vi que já espreitaste.
Menos zangada comigo?
Eu só precisava de mais um bocadicho de tempo para fazer um post diferente a nomear o vencedor, já que aqui as "informáticas" não brilham nada mesmo.
Obrigada amiga por tudo quanto fizeste... só me apetecia dar-te assim um abração com uma enorme gratidão.
E agora sabes no que vou pensar?
Fazer o meu TPC que já está a ficar atrasado.
Porque será que ando sempre a correr?
Um dia destes ainda aterro nas Olimpiadas... da preguicite claro está.
Beijocas amiga
De libel a 3 de Março de 2010 às 15:22
Eu sei amiga, tenho este defeito...sou uma apressada, também não podem ser só virtudes, senão as pessoas achariam que eu não era real, e faço questão de ser eu mesma com os defeitos e qualidades a que tenho direito, pois só assim consigo viver bem comigo própria e entregar-me a tudo com prazer e sinceridade, conforme o fiz aqui contigo e continuarei sempre que for preciso.

O abração recebo sempre de coração aberto, e de braços esticados, olha...já estou a dar corda aos elásticos para se estenderem...já chegaram aí??..
Tenho a certeza que sim..., a gratidão fica entregue, mas volto a dizer que o faria de novo e sempre na esperança de te ver sorrir.

Quanto ao TPC....não te preocupes, és uma aluna exemplar e sei que o farás sempre que a vontade te chamar. Nas Olimpiadas apenas aterras para receber a taça da amizade, pois essa já ninguém nos tira.

Beijokas muitas cheias de poesia....
De Paulo a 3 de Março de 2010 às 12:00
toc … toc … toc … Libel atende por favor … toc … toc … sei que estás algures neste cantinho, olha que eu tenho paciência e acabarei por te encontrar LOL … aparece que depois daquele desafio da 5ª edição, temos que conversar, de qualquer maneira tenho uma praga para ti mesmo que te escondas, já fiz o mesmo à Mafalda por ter me escolhido pela originalidade e passou-me a mega operação de organizar o próximo evento, ora vejamos … espera ai … que ainda não me decidi acerca de qual a praga que te vou rogar … hmmm ... deixa-me ver o que está na moda ... só mais um momento ... ah aqui está uma indicada para ti ... "praga de te enviar para uma ilha das Maldivas" ... com esta não te vais safar de viver numa ilha lá pelo Oceano Índico, rodeada por um anel de corais, as praias de areia branca fina e cheia de conchas mais lindas que alguma vez vistes, o mar de azul cristalino que te dará para veres todo o fundo repleto de fauna marítima e pasme-se para castigo maior até os peixinhos mais pequeninos das mais diversas combinações de cores vais poder contemplar, terás que viver numa cabana de palha no meio de um sossegado resort (sei porque já para lá enviei muitas por aquela praga) de para ai 20 cabanitas, apenas com um quarto+sala+cozinha+casa de banhos e ainda para maior castigo um estúdiozinho com computador incorporado incluindo internet. Os teus carrascos lá do sitio, vão te obrigar a acordar às horas que tu lhes disseres e nem te vais conseguir safar do pequeno almoço obrigatório onde terás que te habituar com comida exclusivamente saudável, tal como sumos acabados de fazer de frutos tropicais também acabados de apanhar das árvores, e para que não te habitues, terás que comer pãozinho integral ainda quentinho vindo dos fornos a lenha (aqui eles limpam o interior da ilha de madeiras caídas e outros desperdícios da mini floresta de chuva sem precisarem cortar alguma). O almoço será de frutos do mar, e maior castigo será tu teres que te decidir entre os 4 ou 5 pratos diários magnificamente decorados pelos nativos, usam desde algas, conchas enormes em vez de pratos, folhas largas de variedades vegetais. Só a tarde é livre de fazeres o que quiseres, apenas estás limitada a 31 kms de praia quase deserta (só a Mafalda e outros que para lá mando andam por ali no mais completo tédio). À noite ficarás condenada a te deliciar com os mais lindos luares e céu estrelado que alguma vez viste sem as luzes das cidades, inclusive vais conseguir ver a "nuvem" da Via Láctea (mais parece em forma de asas de borboleta, mas uma grande e outra pequena divididas ao meio por um risco de ausência de estrelas nesse meio) que só mesmo em noites sem poeiras no ar e sem luzes de cidades podes contemplar. Ainda podia te dar mais umas informações, mas o resto das maravilhas que te atormentarão durante um mês interinho vai ser surpresa eheheheheeh! espera e verás.

Mais a sério, muito obrigado por me abrires mais uma janela para mim com um horizonte risonho. Tudo veio no tempo certo e originou coisas fantásticas. A Primavera só para os Paulos seria um enorme desperdício, contactei muitos mas mesmo muitos outros Paulos do país inteiro e decidimos por unanimidade declinar a tua generosa oferta, para que TODOS possam partilhar desta estação única tão cheia de cores aromas no ar. Ainda assim, reservei para ti, tenho uma garrafa de moscatel, prometo não colocar lá dentro mensagens, até porque estará selada oficialmente, só pedia em troca um pouco de doce de tomate num pãozinho para que as minhas palavras proferidas sejam doces.

Bem hajas! I bow to the sunshine that is Libel
De libel a 3 de Março de 2010 às 17:11
Narradora convidada:
Estava ela envolta no trabalho quando de repente ...toc..toc...ouviu umas batidinhas leves na porta, pensou tratar-se de alguém que desconhecesse que a porta está sempre aberta, basta apenas empurrar. Aproximou-se e espreitou, que estranho... pensou, não viu ninguém, apenas um envelope por debaixo da porta... mas que raio, não tem nome, bem.....deve ser melhor abrir, senão como vou saber....
Cheia de curiosidade, quase que rasgava o seu interior perfumado, hummm....este cheiro não me é estranho, disse em voz alta e continuou..., 3 folhas de papel cardado em tom azulado, seria uma pista ..., este número tem andado na berlinda, uma letra desenhada de tão perfeita, pareciam aneis de corais num mar azul cristalino...(onde será que li isto)...PRONTO!!!...ESTANCOU NA PRIMEIRA LINHA...UMA PRAGA NA ILHA DAS MALVIVAS...

Oh...que desastre, uma intimação do novo elo, aquele feroz taurino que tenta a todo o custo me desafiar, aquele teimoso que me enfrenta com palavras de fogo, que me espicaça com um humor cortante, que me exalta com argumentos explosivos e me derrota com uma imaginação fulminante.

Estou perdida, vou ser destacada para esta Ilha pavorosa, cheia de bichos com sete cabeças, que fazem aquelas danças e rituais maníacos, aquelas larvas que me espremem os citrinos todos, aquelas areias movediças que me sugam o corpo, aquele sol tórrido que me queima as camadas de pele, aqueles peixes que me devoram os últimos cartuxos, aquelas árvores e plantas carnívoras que me trincam sem dó nem piedade, aquelas águas baçentas e cheias de corcodilos esfomeados, prontos para uma bela refeição, aquelas grutas escuras que me sufocam de medo, aquele deserto onde a sede é o único companheiro de viagem...aqueles pássaros enormes que me empurram para o desespero, ......ESPERA...ESPERA... estás a delirar, tem calma, estás a fazer um vendaval num copo de água, pode não ser nada disso, ainda nem leste a carta, apenas leste a primeira linha..., pode não ser nada disso que estás a pensar....
Hummm...será??...será que estou a tirar conclusões precipitadas, ..bem pensado, vou ler tudo até ao fim....até porque não fiz nada de mal, apenas dei o pontapé de saída, mas o mérito pelo reconhecimento não foi meu, e depois que culpa tenho, se este Taurino tem pelo na benta.

(depois de ler as 3 folhinhas)...
Ohhhhhhhhh....estarei a sonhar, belisca-me depressa, que linda PRAGA, digna de quem a elaborou, nada ficou esquecido, conseguiste todos os ingredientes, inclusive o pelo de javali ..como conseguiste???...viajei na maionese...e fui parar às Maldivas, ...bolas tive um sonho daqueles.....

Tchimm....tchimmm...encontrei este moscatel a boiar...bora fazer uma saúde??..a todos os que se cruzam por aqui, conseguem fluir e encontrar magia nesta ilha de Amizade e partilha.

Beijokas adoçicadas...(este doce de tomate ficou um primor...)..ahahhahahaha...

Comentar post

*O meu olhar é nítido como um girassol, sinto-me nascida a qualquer momento, talvez por ser distraída demais, mas é bom sentir que cada vez parece sempre a primeira. Aqui todos os dias vão ser assim: UMA AGRADÁVEL SURPRESA!!

*pesquisar

 

*Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

*Plantações recentes

* receita da alegria

* "Cumplicidades" lingerie ...

* #Dia da Mulher#lingerie r...

* Cúcú...BOM ANO por aqui

* É sexta-feira. Yeehhh!!!

* É giro quando...

* Que tal, para o nosso jan...

* Prometo perder...

* Sem título que é melhor.....

* Encontros perfeitos...

* Amizade é fazer o bem...

* Momento da verdade V

* Encontros, amigos e alhei...

* Quem adivinha?

* E... se não houver amanhã...

* FELIZ DIA DA MULHER!

* Um dia vou escrever um li...

* Se a vida te der limões.....

* In love...in love ...in l...

* Dia internacional do "Obr...

*últimas colheitas

Beijos simpática.
ahhhhhhh já me ía esquecendo...GOSTO MUITO DE TU!!...
LOL, Filô a vida tem que ser vivida com alegria, c...
Opá que mulher enérgica.Sempre a saltar, dançar, a...
Pronto lá está, já deixaste o teu sinal, apesar de...

*Os amigos azuis!!

 

 Azul.. azul..azul..

Uma das mais belas cores do mundo.
Pode representar o céu, uma flor,

um fruto, o mar, um sorriso,

uma emoção, um sentimento...
Cheio de beleza e clareza!
Uma cor que nos faz sentir seguras,

a cor da imaginação.
Uma cor suave...

que nos tranquiliza ..

Azul..azul..azul...

É a cor da Amizade!!..

 

*Outras plantações

* Abril 2017

* Março 2017

* Janeiro 2017

* Julho 2016

* Junho 2016

* Abril 2016

* Março 2016

* Fevereiro 2016

* Janeiro 2016

* Dezembro 2015

* Agosto 2015

* Julho 2015

* Junho 2015

* Maio 2015

* Abril 2015

* Janeiro 2015

* Junho 2014

* Maio 2014

* Abril 2014

* Março 2014

* Fevereiro 2014

* Janeiro 2014

* Dezembro 2013

* Junho 2013

* Maio 2013

* Abril 2013

* Março 2013

* Dezembro 2012

* Outubro 2012

* Agosto 2012

* Junho 2012

* Maio 2012

* Abril 2012

* Março 2012

* Fevereiro 2012

* Janeiro 2012

* Dezembro 2011

* Outubro 2011

* Setembro 2011

* Agosto 2011

* Julho 2011

* Junho 2011

* Maio 2011

* Abril 2011

* Março 2011

* Fevereiro 2011

* Janeiro 2011

* Dezembro 2010

* Novembro 2010

* Outubro 2010

* Setembro 2010

* Julho 2010

* Junho 2010

* Maio 2010

* Abril 2010

* Março 2010

* Fevereiro 2010

* Janeiro 2010

* Dezembro 2009

* Novembro 2009

* Outubro 2009

* Setembro 2009

* Agosto 2009

* Julho 2009

* Junho 2009

* Maio 2009

*links

*Obrigado Sindarin

*É aqui neste...

Cantinho virtual
que escrevo os meus pensamentos.
É onde gravo o que sinto
o que me inspira, vejo e sonho.
É onde todos vocês podem escrever
comunicar, informar, apresentar,

partilhar, sorrir e brincar. 
E tu também tens o teu cantinho?
Aquele onde as palavras se soltam

como notas de música...no ar.

Onde os sabores são néctares

e se misturam em páginas virtuais.
Eu tenho.
É aqui mesmo.
Entra e descobre tudo o que tem
num simples..."CLIC"..

 

*Voltem sempre!

Remédio santo...

 

Adrenalina ao rubro...

 

Equilibrio perfeito...

 

      = Família feliz

*Posts mais germinados

*tags

* todas as tags

*Obrigado Daisy e Tiger

*Eu participo


Amigos de longe que

gostava de conhecer

Lis-Brasil

A minha fotografia

Julieta-Brasil

Wânia-Brasil

A minha fotografia

Amigos que já conheço

Paulo-Lisboa

Manu-Óbidos

Mafalda-Lisboa

Lovenox-Coimbra