Sábado, 13 de Março de 2010

QUEM TEM UMA MÃE TEM TUDO!!..

 

 

 

Sexta-feira de regresso a casa. Corro para o comboio, procuro um lugar á janela para encostar a cabeça, talvez passar pelas brasas, azar ..ocupados, escolho outro qualquer, paciência. Sinto-me demasiado cansada para pegar no livro que estou a ler. Olho à minha volta e começo a reparar nas pessoas. Umas sisudas, outras a bater com a cabeça na janela (o meu retrato tantas vezes)..outras agarradas ao telemóvel, outras a suspirar, outras a bocejar, outras de pé com ar aborrecido, outras enfiadas nos livros, outras aliviando o stress nas palavras cruzadas do jornaleco que ficou no assento. Nota-se no entanto, o peso da semana em todas as suas expressões. Imagino porém, que o facto de se aproximar o fim de semana seja motivo para alguma descontracção. Dois dias para laborarem sem horário fixo e talvez até se proporcione um pouco de entretenimento, pelo menos o solinho promete. Ideias não faltam, um passeio pela Costa, um almoço naquela esplanada frente ao mar, uns toques na bola, umas corridas pela areia, uma cartada com os amigos, um fim de tarde na cavaqueira, um filme no aconchego do lar, umas pipocas, uma coca-cola com cheirinho, as pernas esticadas no sofá, os filhos aninhados e um sonho por sonhar. ERA TÃO BOM!!...As coisas que me passam pela cabeça. Pudera, bateste com a cabeça em algum lugar de certeza.
 
 
Saio do comboio, caminho em direcção a casa, apressada, para a lufa lufa habitual. O filme vai ser o mesmo de sempre. Alguns passos e algo se prende na sola da bota, um barulho metálico, arrasto, abano, não desgruda. Resolvi parar e espreitar, UM PIN espetado na sola, que raio, estava bem preso, ao arrastar ainda fiz pior. Encostei-me ao kioske dos jornais e com a ajuda das chaves acabei por conseguir soltá-lo. Para meu espanto, dizia: O teu fim de semana promete!!...As coisas que me passam pelos pés. Pudera, és uma miúda de sorte!!..Olha pisares caca!!..pois...
 
 

"O teu fim de semana promete", aquilo bateu-me forte, que pin atrevido, a meter-se comigo, continuei rua acima. Cheguei a casa, antes de meter a chave, insinuou-se um cheirinho agradável de comida caseira, as minhas orelhas empinaram-se para escutar algum movimento, será que o hamster aprendeu a cozinhar?...humm..devo estar noutro piso, enganei-me na porta, só pode!!...verifiquei o piso, sem dúvida é esta a minha casa, que xoriça. Encostei o nariz na porta e resolvi acabar com o mistério.  Entrei..e a frase do pin espelhou-se bem na minha frente. As coisas que me passam pela vista. Pudera, tens uma estrelinha que te guia.

 

 

Ela é pequenina, ronda os setenta e poucos, com uma energia de 20, uma habilidade de 30 e uma dedicação extrema, surge-me aquele ditado: "mulher pequenina ou velhaca ou dançarina". A segunda com toda a certeza, os Alunos do Apolo que o digam, a Ribeirinha que confirme, o Solidó que ateste e a Recreativa da Ajuda que carimbe as senhas de entrada todas as segundas.

Casa arrumada, aspirada, sem pó, com cheirinho a alfazema, roupa lavada, passada a ferro, aprumada, mercearias armazenadas, caldo verde a fumegar, empadão a meio gaz... e a meia leca a tirar uma soneca no sofá. "O meu fim de semana promete", que grande verdade, e porquê??..porque a minha mãe é uma estrelinha cadente que ilumina todos os meus dias!!..As coisas que me passam pelo coração!!..pudera, quem tem uma mãe tem tudo!!...

 

 

Obrigado Mãe querida.

AMO-TE...

 

 

sinto-me: iluminada
germinado por libel às 23:34
link do post | Semeia | favorito
|
23 comentários:
De lis a 14 de Março de 2010 às 02:46
Oi Libel
Que delícia uma maezinha por perto.A vida dá presentes diferentes a cada um,Esse presente me foi tirado bem cedo, hoje procuro mimar a filha porque sei o quanto foi difícil nao ter tido esses mimos.Enfim, como disse cada um com sua sina,
Chegastes bem , agora descanse , relaxe com os pésinhos prá cima ,curta o domingo de sol (?) e não se entusiasme tanto. segunda feira o comboio te espera ... viu como qdo quero sou mauzinha rs).
abraços quentes porque o calorzinho aqui tá bravo de novo, já é bem tarde e lá fora o barulho de ralâmpagos ilumina o ceu , tomara que desague uma chuvarada , geralmente faz barulho aqui e a chuva cai lá pras bandas dlo Atlantico ,até a natureza está ficando desigual.
chuva demais em portugal e de menos no brasil.
que jeito? vamos sorrir.
beijinhos ,bom domingo.

tradução please de PIN, ok?
De Sindarin a 14 de Março de 2010 às 11:13
Olá amiga! Mãe é a amior invenção cuja patente se registou. E olha que se o teu fim de semana promete...olha se era um bolinho da sorte chinês e a tua sorte era outra, mais valeu o "abençoado" pin e ainda dizem que não há coincidências. Quanto ao provérbio costuma dizer-se dos homens nunca o tinha aplicado às mulheres (ihih) eu tb sou pequena puxo a brasa à minha sardinha... E agora diz-me cá não sabe tão bem ter uma mãe que além de fada do lar é dançarina e ainda por cima tão humana que descansa num soninho doce enquanro já espalhou os seus pózinhos mágicos por toda a casa deixando-a num brinquinho e de comidinha feita? Era bom que fosse com magia não é? Mas é com trabalho. trabalho esse que é feito com um carinho e um amor tão grande que transforma tudo à nossa volta e pebsamos mesmo ter uma fada por mãe... Deuz a abençoe a ela e a ti e que se amaem e se tenham por muitos e longos anos e que esses fins de semana se repitam que é a coisa mais linda o amor de m~e e filha. Domingo cheio de sol, amor e paz amiga, bjs. Desculpa os meus disparates quando começo a escrever...
De libel a 14 de Março de 2010 às 20:03
Olá Sindarin,
Mãe é o nosso guia, aquela primeira pessoa a quem tocamos o coração, não desfazendo o pai ..como é óbvio, são sentires paralelos, mas de intensidade diferente, não quero generalizar, pois existem excepções. No meu caso, tive duas mães, a minha mãe e a minha avó, as duas me criaram e deram amor.
Tenho um orgulho enorme na primeira, pois é uma lutadora, uma força bruta e nunca baixou os braços perante as dificuldades. A minha faceta positiva e alegre deve-se a ela. Pois apesar de ter tido uma vida díficil, sempre conseguiu mostrar o lado bom das coisas, nunca foi pessimista e sempre nos brindava de sorriso na cara.
A segunda, foi quem nos criou, 4 raparigas com feitios diferentes, uma avó rija, cúmplice e acima de tudo amiga. A minha faceta humilde e brincalhona deve-se a ela. Pois não era fácil consolidar e satisfazer as necessidades e exigências de 4 felinas, mas com o sentido de partilha e união fomos apreciando apenas o que era essencial para todas. Muito divertida e brincalhona fazia as nossas delícias com anedotas picantes e sorrisos manhosos.

Quanto ao bolinho chinês, dispenso, não tenho sorte alguma nessas coisas, o pin veio mesmo a calhar e soube que nem ginjas, o meu fim de semana correu bem melhor e não tenho que me queixar, pois ela pode não ser fada, nem ter pózinhos mágicos, mas para mim vai ter sempre o seu lugarzinho no meu coração. Reconheço o esforço dela e agradeço sempre com muito carinho, apenas me resta fazer o melhor e retribuir com muito amor, para que a veja sempre a sorrir.

Quanto ao provérbio, não tinha pensado ser dirigido apenas aos homens, mas depois de falares soou-me a qualquer coisa do género, no entanto acho que se aplica neste contexto, pois para dançarina não à paio que resista...ahahahah....essa da sardinha também conheço, as mulheres pequeninas são como as sardinha, mais apetitosas..não é??...Ó pra mim toda contenete...lol...

Beijokas para ti e tuas filhotas do coração...também se podem orgulhar da sua mamãe querida...
De Sindarin a 14 de Março de 2010 às 22:46
Olá amiga! Desculpa se ficaste aborrecida com o meu comentário, estava a brincar. Eu tenho a amnia das fadas e não quis menosprezar pelo contrário enaltecer ao ponto de considerar uma pessoa tão fantástica como vejo tb a minha própria mãe e avó que já não tenho e de quem tanto gostava. Desculpa se fui infeliz no comentário. Um beijinho e tudo de bom sempre. Boa semana!
De libel a 15 de Março de 2010 às 09:54
Olá Sindarin,
Isso deve ser um problema qualquer de falta de confiança, no que dizes, pensas ou defendes, não vejo outra explicação para o facto de estares constantemente a pedir desculpa, depois de teres feito um comentário. Também pode ser pelo facto de estares escaldada com outras situações e já te sentires retraída nos comentários, tens receio de abrir a boca, podes não ser compreendida ou então ser mal interpretada, mas isso é uma anulação bolas!!..é a mesma coisa que dizeres, olha eu penso assim desta maneira, mas não ligues ou se quiseres apaga o meu comentário...XETA!!..quem és tu afinal??...isso não é saudável, os teus comentários são normalissimos, dentro do contexto, agradáveis, carinhosos, conscienciosos e até divertidos, não entendo essa tua faceta Sindarin..
Surge sempre o ...olha desculpa lá as minhas manias, olha desculpa se fui assim, olha desculpa se fui assado..., GOSTAVA QUE ME EXPLICASSES O QUE EXISTE NO TEU COMENTÁRIO PARA DESCULPAR...SERÁ QUE FUI DEMASIADO SÉRIA A RESPONDER??..

Quando damos a nossa opinião à partida será aquilo que pensamos sobre determinado assunto, pode estar certa ou não para os outros, que interessa, esta troca de informação é útil, pois dá-nos abertura para explorar o assunto e até abrimos os olhos, tem um pouco de tudo. Em assuntos pessoais a pessoa expõe-se mais, mas se o fez está preparada para isso entendes??..O que interessa mesmo é irmos de encontro ao tema exposto e deixar a nossa pégada, seja ela qual for, se existiu vontade em fazê-lo...que seja feito!!

Sindarin aqui és sempre bem vinda, .. não tens que ter receio de falar e se algum dia eu tiver que te dizer alguma coisa, se algum dia não tiver gostado de um comentário teu, se algum dia não concordar contigo EU DIGO, fica descansada. Agora, espero que não me peças desculpa pelos comentários que fazes, pois são muito bem escritos e perceptíveis a todos, sem qualquer índole maldosa ou inconveniente, carinhosos e divertidos. Nem vou sequer falar das fadas e pózinhos e magia, porque quem me conhece bem sabe a minha relação com esse mundo encantado e tu penso que também sabes.

Beijokas, espero que não leves a mal, mas não consigo aceitar que pessoas inteligentes se desvalorizem.

Até breve....

De libel a 14 de Março de 2010 às 19:00
Oi Lis,
Dessa vez jogaste pelo seguro, foste a primeira a comentar, assim não corres o risco de perder teu comentário de jeito nenhum...(sorrisos)...
Obrigado pelo carinho amiga de passar sempre por aqui e deixar tua pegada. Neste caso sinto que o assunto te deixou um pouco tristinha, pois afinal o título desse post é um tudo ou nada, não quis com isso intimidar sentimentos, mas..sim..fazer prevalecer a importância dessa "figura" que estando presente ou não nos abençoa, nos apoia e aconchega, seja em lembranças e recordações, como em gestos, palavras e olhares numa dedicação presencial.
Sabia que iria mexer em sentimentos fortes, abordar um tema que poderia causar algum constrangimento emocional, mesmo assim arrisquei pela mensagem pura e sincera. Tenho consciência que sou uma das privilegiadas com o TUDO, mas não esqueço os que sofrem com o NADA. Nem sempre conseguimos chegar a todos de forma prazerosa. No entanto, o teor descrito não segue uma linhagem depreceativa, mas sim aquela que nos apraz e nos convida a expressar pensamentos e reforçar agradecimentos, os quais não devem ser deixados para amanhã!!...mas sim abraçados no momento que se fazem sentir. A gratidão é um sentimento que não deve ser poupado, mas sim... libertado sempre que nos fizer sentir bem. Pena que só com o “calo” que a vida nos proporciona, conseguimos avaliar a riqueza de que somos portadores, caso contrário todos os esforços, amor e dedicação que recebemos e que outrora vivenciamos com os nossos, seriam mais cedo compreendidos e carinhosamente reconhecidos e retribuídos, talvez por isso hoje não me canse de o fazer, por mim, pelos meus filhos e por todos que privem desse presente diário e eterno nos nossos corações.

Tenho a certeza que compensas a tua filhota e grata te será sempre, pelos mimos de que foste privada. A maternidade abre os olhos e alarga o coração de todos nós.

Quanto à lição de hoje: Definição de "PIN"...muito bem, menina Lis, ora preste atenção, que mais tarde enviarei trabalhinho de casa Ok??...rsrsrsrs..

Um Pin é um género de um alfinete de enfeite para usar ao peito, pode ter várias formas, desenhos ou ser apenas redondo com mensagens escritas na parte metálica ou plástica, por vezes servem de publicidade a qualquer coisa. São muito usados nas Universidades, nomeadamente no traje académico, com vários motivos alusivos ao curso, faculdade, países, distritos, cidades, freguesias, signos..etc..

Não queria ir por aqui, mas talvez ajude, ...é tipo um "broche"...entendes??..
Pronto e ...agora já estou mesmo atrasada...tenho mesmo que ir..., vou indo mesmo, não leves a mal!!...
...ahahahaha....antes que me peças para traduzir esta, pleaseeeeee...não me lixes pá!!...

Beijokas...amiga linda....

De Paulo a 14 de Março de 2010 às 13:58
Olá Libel

Algum dia havia de me estrear
Pegar na pena e tentar esboçar
O que a Sindarin faz como respirar
Um toque de poesia por na mãe inspirar
No teu cantinho escolhi para me fazer corar:

Meu
Anjo
Eterno

Muito carinho com
Amor no coração
Entrega mimos todos os dias até ao Natal

Menino serei enquanto
Amar sem condições
Eis o que sinto pela mãe primordial

Maio é da Mãe, vem o 1º Domingo,
Abraço-te ternamente porque eu
Existo no Mundo pelo amor maternal

Maravilhoso coração
Amiga em todas as horas
Ela vai ser sempre especial

Mas como é que conseguirei dar
Abraços de mãe, sendo Pai
Esmerado sem esse toque Fenomenal

Meu amigo, se tu tiveres amor no coração,
Acarinharás os teus com um pouco da
Essência de Mãe que me ti depositou até ao final.

Paulo ARDS
(ser homem é: ai ai que não volto aqui durante uns tempos por ter vazado sentimentos que me fizeram corar ... ops!)
De libel a 15 de Março de 2010 às 10:19
Olá Paulo,

A sindarin é de facto uma inspiração..
tudo o que escreve é com paixão,
embalada em lindos sonhos ...aquece o coração.

Pena que tenha que pedir desculpa por respirar!!..BOLAS.... hoje não vai correr bem, acho que volto mais tarde!!...

Beijokas
De libel a 15 de Março de 2010 às 21:09
Olá Paulo,
Fiquei a meio, ou talvez apenas no começo,
mas, se escolheste o meu cantinho para corar,
vou pegar nas tuas cores que reconheço..
revelarem um homem e filho de encantar!!

Não tenho muito jeito para poemas, o que me safa são as rimas, pois quando se rima tudo anima, é um tipo de diálogo diferente, mais musical, tudo entra em consonância e as palavras sintonizam-se umas com as outras, permitindo um embalar de sons e harmonia. Eu gosto bastante.

Muito bonita essa tua dedicação, embalada num poema com tanto amor e carinho. A tal essência maternal que nos é transmitida até ao final.

Um Anjo Eterno
poema escrito com emoção
tocado por lindos sentimentos
e guardado no coração.

Beijokas e obrigado por partilhares sentimentos tão bonitos...

-Sabias que ficas um charme quando coras??
-Ah..deixa-te de brincadeiras...
-A sério...não estou a brincar...ficas mais bonito..
-Oh...assim ainda vou corar mais...
-Vais nada, vais é ficar todo vaidoso...
-Ora, tens cada uma..., mas olha..por acaso até me sinto mais giraço, assim coradinho...parece até que estou bronzeado..
-Ahahhaahh...tás a ver...não falha!!..Estás um MUST!..
-......e assim com os óculos dá logo outro estilo não é???...lol...
-...vá lá não te estiques....

ehehhehe...Xauuuuu...


De Cris a 14 de Março de 2010 às 16:34
Olá Libel!
Que momento tão lindo tu partilhas connosco!! Fiquei embevecida! Quem tem mãe tem tudo, é bem verdade! E as nossas são sempre as mais especiais!

Esse fim de semana promete mesmo!!
Um bom restinho!!

Beijinhos
De libel a 15 de Março de 2010 às 21:19
Olá Cris,

É verdade, as nossas são sempre especiais e o mais engraçado é que todos os registos ficam, na altura pensamos que não, mas guardamos tudo naquele cantinho especial para mais tarde podermos partilhar e oferecer aos nossos filhos.

Obrigado amiga, o fim de semana foi muito fixe...houve muito mais descanso.
De Existe um Olhar a 15 de Março de 2010 às 22:16
Olá amiga
Pronto...agora está tudo explicado...essa garra. essa força. essa energia, essa alegria, tinham de vir de algum lado, quem sai aos seus não degenera...verdade?
Que bom teres uma mãe com essa bonita idade e com tanta vida e actividade!
Dança na tua cozinha e surpreende-te com aromas e sabores que te deliciam no final de um dia de trabalho estoirante.
Dança com a vida e é cheia de vida.
O tempo não importa, a idade muito menos...a força, o positivismo, a alegria de viver são intemporais.
Fizeste-me lembrar a minha mãe, bem diferente da tua, mas uma lutadora, que quando eu vinha do colégio tinha sempre broa acabadinha de cozer, porque sabia que era das coisas que mais tinha saudades.
Lembrei-me do colinho dela e das palmadas que me davam quando a minha refilice era insuportável.
A tua mãe é uma sortudo miúda, por seres a continuidade dela, e por teres herdado a alegria e cumplicidade, a amizade... que tão bem te assenta.
Tu também és uma mulher de sorte, porque ainda tens e espero que por muitos anos, alguém que te apoia e estará sempre por aí quando precisares.
Fiquei com água na boca...imagino o cheirinho daquele caldo verde!!!!Ai e o empadão...maravilha!
Há anjos na terra, ambas sabemos, tu um anjo sempre presente e por detrás de ti a tua estrelinha que brilha mesmo nas noites mais sombrias.
Milpra ti
Um beijão cheio de carinho e amizade
Manu
De libel a 16 de Março de 2010 às 11:06
Manu amiga,
Essas estrelinhas que me deixaste vieram na hora certa sabias??..Acho que sim, que sabias, aliás tu deves ter aqueles poderes mágicos especiais, aqueles raríssimos que apenas pessoas com um espírito aberto e apaziguador conseguem.
Também já tentei por diversas vezes ir ao encontro desses poderes, mas...pelo meio apercebo-me que tenho de escolher entre dois caminhos, o da sabedoria e o da liberdade, e quando estou mesmo a conseguir decidir, quando a resposta está bem na minha frente, surge aquele passáro azul que rasa bem perto de mim e me confunde, me baralha e me convida a mais um vôo sem destino, mais uma lufada de ar fresco na cara, mais uma viagem encantada.
E pronto, lá fica a sabedoria para mais tarde, no entanto sei que um dia chego lá, só acho que ainda não estou preparada, tenho muito que aprender.
Obrigado amiga.

Manu sou mesmo uma miúda de sorte, nem imaginas quanto, tive uma infância e adolescência muito feminina, na minha casa apenas existiam mulheres, eramos 6 no total. É claro que existiam puxões de cabelo, estalos que ferviam, palavrões e pontapés nas canelas, mas também havia muita cumplicidade, amor, preocupação, união e partilha. O mulherio era danado para a brincadeira, a minha avó todos os dias bebia logo pela manhã um xiripiti amargo como o caraças, dizia que era para os diabetes…ahahhah…, eu acho que era mais tipo um RED BULL dá-te asas, pois ela já não parava.
O engraçado nisto é que apesar da minha mãe não estar presente, fazia parte de todos os nossos momentos entendes??..Nada se fazia, nada se resolvia, nada se decidia, nada acontecia, sem o conhecimento dela, estava sempre presente, mesmo estando ausente. Ainda hoje não se sentem os anos que esteve fora. Daí eu sentir um orgulho imenso nessa estrelinha cadente que me ilumina todos os dias. Pois apesar de longe sempre nos iluminou, apoiou e amparou.

E agora só para te fazer crescer mais água na boca, poderia começar a falar nos pasteis de massa tenra desse anjo dançarino, estaladiços como o sapateado, tenros como uma valsa, apetitosos como um chachacha e suculentos como um Tango, mete-lhe pelo meio a lambada e a pastelada não chegava para as encomendas..ahahahahah….

Sim tens razão, existem anjos na terra...

Um grande beijinho amiga do coração, conseguiste segurar a gota de água com a tua sabedoria e encanto. Adoro-te.
De luadoceu a 16 de Março de 2010 às 08:57
Descreves a tua situação de uma maneira de tão bom humor e com alguma ironia certo?
Brincas contigo mesmo, acho muito bom quemt em essa capacidade.
Mãe é mãe né?
Beijinhos
De libel a 16 de Março de 2010 às 11:52
Olá Lua,
Estou em dívida para contigo, mas não vai demorar muito para te pagar com juros. Deixo-me ficar por aqui e pouco tempo sobra para espalhar purpurinas, no entanto hoje ainda te faço uma visita.

Gosto de brincar com a vida e comigo mesma, é verdade, nunca gostei de me fazer de vítima, sequer que sintam pena de mim, acho que apesar das contrariedades, existe sempre algo de bom que devemos apreciar e aproveitar para dar a volta por cima, se aprendemos a caminhar, que seja em frente e não para trás. A ironia é de certa forma uma defesa, uma protecção, será para mim aquele instrumento que utilizo para que a vida seja mais cor de rosa. Não a uso no sentido de magoar ou intimidar alguém, mas sim no sentido de minimizar os ossos duros do ofício entendes??..
E depois por detrás de uma ironia saudável surge sempre um humor engraçado, que nos alivia o espírito e a alma.

E agora vou ironizar um pouco contigo posso?
-Claro..vamos ver se consegues...
-Claro que consigo fiz um curso intensivo, depois uma licenciatura e ainda um mestrado...
-Pôxa...isso tudo??..não sabia que era preciso tanta coisa, lá na lua é tudo muito mais simples...
- A sério??...e como fazes...
-Ora, basta brincar com as várias fases da lua ...
-Não percebo...
-Então...quando estamos a minguar, vamos para um quarto crescente, ficamos de barriga cheia e nasce uma Lua Nova.....ahhahahhaha....
-Ahahhaha......sua espertinha..heimm...
-..temos que aproveitar as várias fases da vida...e ser mãe é uma benção...
-Ora, nem mais!!...

Beijokas amiga...acho que vou até á lua...lol...
De luadoceu a 16 de Março de 2010 às 13:11
Estive a acalmar a bébé,porque esta cheia de sono e não há meio de dormir e comeu até muito bem.

Já foste me visitar,agradeço imenso obrigada e gostei muito.

Eu tb sou um pouco como tu, mas fazem me de mim é a vitima e o que me considero pouco ou nada é como tal vitima.Tb não quero a razão para meu lado, só quero é que me respeitem com todos os defeitos e qualidades, enfim no todo, ás vezes isso é muito dificil,falo no geral e felizmente que quem me vê e conhece na rua, estou sempre com um sorriso na cara e estou sempre a rir(se não me chamaram já de palhacita...rir me do que afinal?)...
As pessoas não teem culpa que tenhamos problemas, estejamos doentes ou simplesmente tristes, magoadas com o mundo(o que temos todo o direito tal como na alegria de estar assim) e jé estive assim uma vez, mas fora de casa, na vida pessoal/trabalho/amigos/colegas é bem diferente, um sorriso nos labios e brincar com a vida(salvo seja) e comigo mesmo.É muito bom sabes?

Mas olha que a infelizmente quem use a ironia para magoar os outros, tu a usas positivamente, é bem diferente e sente se isso.Descansa que sei bem ver a diferença, não te preocupes, ai!! se sei...E essas pessoas é estar bem longe delas.Pelo menos se as sinto,nem me aproximo sequer...Mas tb te digo são as pessoas mais inseguras da face da terra e teem de se afirmar de alguma maneira,so que infelizmente é pela negativa.
Não ironizaste. Brincáste de uma forma positiva...e sim aultima fase lunar, lua cheia já a tive a sete meses e é a minha maior alegria e orulho libel...uma menina mulher linda....batalhadora...e sobrevivente....de 37 semanas....
Foste e voltáste! Mulher valente.
Obrigada pelo carinho e recente amizade.Espero que dure muitos bons anos.





De libel a 18 de Março de 2010 às 13:35
Olá Lua,
Consegui voltar aqui para te responder, espero que a tua filhota hoje esteja bem disposta e consiga adormecer com aquele sorrisinho lindo que fazem de aconchego e mimos.
Também concordo contigo, não me permito trazer para aqui os problemas, pois considero este espaço uma forma de entretenimento que me satisfaz, ora não o vou sobrecarregar com pensamentos negativos que me possam deixar triste ou mal humorada, prefiro então não entrar aqui nesses dias. Apesar de compreender que para alguns faça sentido e que seja uma forma de sentirem ânimo ou alguma motivação, acabando por receber dos amigos o conforto que precisam na altura. Prefiro mesmo ser eu a fazer isso comigo mesmo, ao mesmo tempo contribuir para que os sorrisos se espalhem, pois cada sorriso plantado é um sorriso que colho.

Quanto à ironia, tens razão mais uma vez, existem várias maneiras de a usarmos, no meu caso faço-o da forma que te expliquei em cima e só dessa forma ela faz sentido para mim. Quanto aos que lhe dão uso de forma negativa, sequer conseguem a minha preocupação, pois o desprezo é o melhor remédio.

Beijokas para ti e para essa fofinha linda, batalhadora e sobrevivente , as mulheres são assim mesmo...vão buscar forças sabe-se lá onde...mas chegam para vencer!!..Felicidades....

De luadoceu a 18 de Março de 2010 às 16:00
Esteve melhor sim,obrigada.
Sabes sao dias puxados para ela e para mim,ja expliquei no meu blog.
Obrigada por me deixares vir aqui, afinal tinha razao de ser sentir me bem aqui
E obrigada pelso beijinhos a minha menina, vai comer a papa agora
De Genny a 16 de Março de 2010 às 13:39
ai sabem tão bem os mimos da Mãe!
um grande abraço Libel giraaaaaaaaaaa
De libel a 18 de Março de 2010 às 14:30
Aiiii....Genny..Genny....podes crer, foi um fim de semana e peras, sem a preocupação habitual dos afazeres domésticos que tanto tempo nos ocupam.
Que rica mãezinha, de vez em quando lembra-se de fazer estas surpresas que me deixam toda babada.
O único senão é no dia seguinte andar á procura das minhas roupas nas gavetas dos miúdos e vice versa...ahahahah...mas isso é o menos...o bem bom é ter tudo arrumadinho.

Beijokas amiga...gira...
De mafalda-momentos a 16 de Março de 2010 às 14:04
Ai, ai amiga que agora é que tu tocaste num ponto muito sério, tão emotivo que foi a minha vez de ficar com uma aguinha teimosa querendo descer dos meus olhos.
Quem tem uma mãe tem tudo!... Somos mães não é verdade? Sabemos bem o que isso é!
Pais (mãe e pai) são o nosso maior bem na vida. Também sabemos que há excepções… mas esses nem entram na estatística.
O nosso amor pelos filhos é o maior do mundo, diferente e único de todos os amores que sentimos. Por esse amor conseguimos avaliar o amor dos nossos pais por nós. E é por isso que sempre afirmo e defendo que quando os perdemos, ficamos sem as pessoas que nesta vida mais nos amaram, incondicionalmente e sempre. É uma perda irreparável.
Não imaginas quantas vezes ao acordar, recordo com uma enorme saudade os tempos em que acordava ao som da voz da minha mãe e a sua mão se estendia para mim segurando um copo de sumo de laranja. Mordomias de menina mimada, que só reconheci ser verdade, já mulher adulta e mãe. Mas podes acreditar que nestes dias, as horas que o limitam me correm melhor.
Foi só um desabafo!
Deixemos este ar triste de lado, porque aqui cantaste a TUA MÃE com uma alegria e um carinho especial, não faltando a tua pontinha de animação. Que Deus, se existe e para quem Ele exista, te dê ainda muitos e bons anos da sua companhia.
Agora todos sabemos a quem puxaste tu!
Que ela continue dançando e que a sua energia se espalhe e viva do vosso lado e siga iluminando os teus dias.
E pelo teu fim-de-semana mais descansado que bom amiga poderes tê-lo desfrutado, não só pelo descanso, mas por toda a sua envolvência.
E a pena que eu tenho de não ter vindo mais cedo e poder sentir daqui o cheirinho do caldo verde… já acabou… isso sei eu que tenho um dedinho que adivinha.
Mas outros fins-de-semana iguais virão e a ementa será sem dúvida de chorar por mais e eu vou cá estar que a próxima não vou perder.
Beijokinhas grandes para ti e atrevo-me a deixar um beijinho especial para a tua mãe.


Libel… espera
Eu sei que sou uma melga e não desgrudo… mas queria ainda acrescentar uma palavrinha…
É que desde que mudaste aqui o teu visual, cada vez que cá venho, ando pra te falar de uma coisa… e depois do bla bla bla, vou embora e acabo esquecendo. E não é que não seja importante, antes pelo contrário… mas esta cabecinha de vento…
Hoje lembrei e mais do que nunca se justifica dizer-te… é que me encanta mesmo!
- Que delicia de “Família Feliz”. Linda de ver!
De libel a 18 de Março de 2010 às 21:04
Ai..amiga, entusiasmei-me com a conversa das gaijas (post seguinte) e deixei-te aqui com o cheirinho do caldo verde e do empadão, que a esta altura já marcharam e souberam que nem ginjas...ahahhah..., mas não ficaste mal pois não??..
Também foi propositado sabes, assim essa lágrimita que teimava em cair teve tempo para se recolher e dar lugar a lindas lembranças que partilhaste.
Somos mães dizes bem, e penso que (infelizmente) só quando sentimos e partilhamos desse amor e entrega incondicional aos nossos filhos, conseguimos avaliar o quanto fomos abençoados pelos nossos pais. Por isso hoje conseguimos relevar certos procedimentos aos nossos, mesmo que nos custem a aceitar. São os tais ciclos, aqueles pelos quais todos passamos e com eles vamos aprendendo. A vida é mesmo assim, uma aprendizagem constante. Um dia serão eles a pensar sobre este mesmo assunto...e tenho a certeza que os pensamentos e as atitudes serão tão cheias de amor como as nossas.
Mas adiante, que a conversa já se estende...a minha mãe é mesmo assim como a canto, ou talvez como a pinto,com todas as cores de que gosto, como sabes..., uma pessoa alegre, bem disposta e com uma energia fabulosa, não parece ter a idade que tem, não salta um bailarico e está sempre pronta para a farra, onde os comes e bebes fazem parte do rol. Podes crer que é para nós uma alegria imensa poder apreciar esta juventude dela, pois ficamos bem mais descansadas, não pelo facto de pensar que nos pode dar trabalho, mas sim por sabermos que está sempre em movimento, não sentindo solidão entendes??..
Tenho a certeza que ainda vou ser previligeada com muitos fins de semana como este, pois ela é uma mãe galinha como nós...ahahhahaha...
Ahhh...Mafalda....ela aceita esse beijinho com muita ternura e envia-te já daqui um outro bem fofinho.
Quanto à "Família Feliz"..também estou contigo nessa, linda de ver, sentir e VIVER com ela todos os momentos da minha vida.!!..Obrigado.

Um grande beijinho amiga do coração...também fazes parte dessa família sabias??...

Outra coisa....estou curiosa, em que árvore cai o teu aniversário??...será que me podias dar uma dica...., sou um pouco distraída nessas coisas e não queria perder...

De emprestimo a 24 de Janeiro de 2011 às 14:27
Adorei o blog, conteúdo muito bem escrito, layout bacana com cores amigáveis. Vou aproveitar e adicionar o blog nos meu favoritos. bjs! Maria Cecilia

Comentar post

*O meu olhar é nítido como um girassol, sinto-me nascida a qualquer momento, talvez por ser distraída demais, mas é bom sentir que cada vez parece sempre a primeira. Aqui todos os dias vão ser assim: UMA AGRADÁVEL SURPRESA!!

*pesquisar

 

*Maio 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31

*Plantações recentes

* Ri-te pa, ficas mais boni...

* receita da alegria

* "Cumplicidades" lingerie ...

* #Dia da Mulher#lingerie r...

* Cúcú...BOM ANO por aqui

* É sexta-feira. Yeehhh!!!

* É giro quando...

* Que tal, para o nosso jan...

* Prometo perder...

* Sem título que é melhor.....

* Encontros perfeitos...

* Amizade é fazer o bem...

* Momento da verdade V

* Encontros, amigos e alhei...

* Quem adivinha?

* E... se não houver amanhã...

* FELIZ DIA DA MULHER!

* Um dia vou escrever um li...

* Se a vida te der limões.....

* In love...in love ...in l...

*últimas colheitas

Oh pah. não vi. Já não vou a esse mail faz tempoma...
Como se fosse possível estares assim "acabada" com...
Pronto, estás contratada!!! Eu preciso de ti quare...
Galhofa! O meu nome do meio é Galhofa :PJá tinha s...
Ahahahah...és muito douda. Por enquanto rir só faz...

*Os amigos azuis!!

 

 Azul.. azul..azul..

Uma das mais belas cores do mundo.
Pode representar o céu, uma flor,

um fruto, o mar, um sorriso,

uma emoção, um sentimento...
Cheio de beleza e clareza!
Uma cor que nos faz sentir seguras,

a cor da imaginação.
Uma cor suave...

que nos tranquiliza ..

Azul..azul..azul...

É a cor da Amizade!!..

 

*Outras plantações

* Maio 2017

* Abril 2017

* Março 2017

* Janeiro 2017

* Julho 2016

* Junho 2016

* Abril 2016

* Março 2016

* Fevereiro 2016

* Janeiro 2016

* Dezembro 2015

* Agosto 2015

* Julho 2015

* Junho 2015

* Maio 2015

* Abril 2015

* Janeiro 2015

* Junho 2014

* Maio 2014

* Abril 2014

* Março 2014

* Fevereiro 2014

* Janeiro 2014

* Dezembro 2013

* Junho 2013

* Maio 2013

* Abril 2013

* Março 2013

* Dezembro 2012

* Outubro 2012

* Agosto 2012

* Junho 2012

* Maio 2012

* Abril 2012

* Março 2012

* Fevereiro 2012

* Janeiro 2012

* Dezembro 2011

* Outubro 2011

* Setembro 2011

* Agosto 2011

* Julho 2011

* Junho 2011

* Maio 2011

* Abril 2011

* Março 2011

* Fevereiro 2011

* Janeiro 2011

* Dezembro 2010

* Novembro 2010

* Outubro 2010

* Setembro 2010

* Julho 2010

* Junho 2010

* Maio 2010

* Abril 2010

* Março 2010

* Fevereiro 2010

* Janeiro 2010

* Dezembro 2009

* Novembro 2009

* Outubro 2009

* Setembro 2009

* Agosto 2009

* Julho 2009

* Junho 2009

* Maio 2009

*links

*Obrigado Sindarin

*É aqui neste...

Cantinho virtual
que escrevo os meus pensamentos.
É onde gravo o que sinto
o que me inspira, vejo e sonho.
É onde todos vocês podem escrever
comunicar, informar, apresentar,

partilhar, sorrir e brincar. 
E tu também tens o teu cantinho?
Aquele onde as palavras se soltam

como notas de música...no ar.

Onde os sabores são néctares

e se misturam em páginas virtuais.
Eu tenho.
É aqui mesmo.
Entra e descobre tudo o que tem
num simples..."CLIC"..

 

*Voltem sempre!

Remédio santo...

 

Adrenalina ao rubro...

 

Equilibrio perfeito...

 

      = Família feliz

*Posts mais germinados

*tags

* todas as tags

*Obrigado Daisy e Tiger

*Eu participo


Amigos de longe que

gostava de conhecer

Lis-Brasil

A minha fotografia

Julieta-Brasil

Wânia-Brasil

A minha fotografia

Amigos que já conheço

Paulo-Lisboa

Manu-Óbidos

Mafalda-Lisboa

Lovenox-Coimbra