Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O meu cantinho

Semeia um pensamento e colherás um desejo, semeia um desejo e colherás a acção, semeia a acção e colherás um hábito, semeia o hábito e colherás o carácter...queres continuar...

O meu cantinho

Semeia um pensamento e colherás um desejo, semeia um desejo e colherás a acção, semeia a acção e colherás um hábito, semeia o hábito e colherás o carácter...queres continuar...

03.02.10

TU E ELE...SÃO COMO GIRASSOIS?!!?


libel

Sabias que quando plantas um telémovel, nasce um girassol??

 

 

 

Consegues  viver sem ele??

És dependente dele?

Fazes tudo com ele?

Nunca te esqueces dele?

Estás sempre a pensar nele?

És viciada(o) nele?

Tudo gira em volta dele?

Sentes-te despido(a) sem ele?

 

Afinal qual é a tua relação com ele?

  

"Hoje sinto a saudade bater no meu peito…

Sinto-te tão perto e tu estás tão longe, ainda que faças parte da minha vida, hoje por descuido meu ficaste desligado de mim. Sinto a tua falta. Ouço a tua bateria fraquinha, os teus gemidos sufocantes, inertes, sem pingo de energia abafas os teus sentidos.  Imagino o teu sofrimento, sózinho, na escuridão debaixo da almofada, sem o calor da minha mão para te aquecer. Fecho os olhos e alcanço o teu desespero, queres falar e não podes, queres tocar e não tens forças, queres acordar, mas falta-te alimento. O silêncio venceu e agonizas nessa solidão. Queria sair daqui, voar ao teu encontro, dar-te carga e ouvir os teus acordes,  abrir a tua tampinha e partilhar cada momento cada instante contigo.…ver o brilho do teu visor, a cor das tuas teclas,  sentir a maciez da tua pele, o sopro das tuas cordas vocais, as ondas de frequência e a doçura do teu suspirar nos meus ouvidos, queria sentir  o calor do teu corpo encostado ao meu  e dançar com o som das tuas palavras.

Como é que pude ser tão insensível, tão egoísta, tão madrasta dos teus poderes, tão infiel às tuas demonstrações de carinho, tão ingrata com os teus toques, as tuas melodias, as tuas palavras e sinfonias."

 

Ohhh..que ingratidão...perdoa-me, não volta a acontecer, prometo que serás meu para sempre, és o sol dos meus dias quando me despertas pela manhã, a companhia perfeita nas viagens de comboio, o alerta para as datas especiais, o bálsamo para a minha auto estima, o correio dos meus amigos, o fio condutor que me liga ao exterior, as minhas purpurinas, oiço vozes, leio mensagens, escrevo poemas, brinco contigo, sonho e ganho bónus com a tua efìciência. Chega a noite, escura como breu,  dou voltas e mais voltas à procura de luz, e quem encontro?...TU...és sempre tu que me iluminas.

 

ANDA, VOLTA PARA MIM...RECEBE ESTA CARGA QUE TE DOU E MOSTRA-ME O  TEU SORRISO DE GIRASSOL ..!!...

 

 

ahahhahaahaahha......pensavas que estava a falar de QUIEM????...Ora, a minha relação com ele é completamente (in)dependente não repararam?? ..A sério, fico pasma com a dependência que estes aparelhos produzem nas pessoas, e como devo ser das poucas que lhe dá importância mínima (mesmo acreditando na sua utilidade e função),  não desfazendo qualquer opinião, ele não gere, não interfere, não altera, não dramatiza e não influencia o meu  ser, ou seja não giro à volta dele,  inclusive a maioria das vezes fica esquecido debaixo da almofada (lá nisso o gaijo é bom) acorda-me sempre a horas...(Grrrrrr...) ...senti curiosidade em relação à vossa In(dependência).

 

Queres partilhar um pouco a vossa relação??...lol...

trimmm...trimmmm...

Bolas!!...dá-me um minuto sim, tenho mesmo que atender!!..

Deve ser o outro....telemóvel..claro!!...tenho dois...ehehheeh..

(Acreditas nisto??)

ahahahha...agora baralhei-te.....??

 

 

Beijokas

Iz@

 

 

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.