Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O meu cantinho

Semeia um pensamento e colherás um desejo, semeia um desejo e colherás a acção, semeia a acção e colherás um hábito, semeia o hábito e colherás o carácter...queres continuar...

O meu cantinho

Semeia um pensamento e colherás um desejo, semeia um desejo e colherás a acção, semeia a acção e colherás um hábito, semeia o hábito e colherás o carácter...queres continuar...

06.02.14

HÁ COISAS...


libel

 

Fogo..., há coisas insubstituíveis caramba!

Tais como um cafezinho a meio da manhã, em chávena escaldada.

 

Posso até assegurar uma coisa.

Nada, mas nada mesmo..., se assemelha a este momento íntimo entre NÓS dois, tão diferentes, mas com tanto em comum. 

Nada mesmo?!?...tens a certeza?

 - Assim de repente ...,

 

...só mesmo, aquele casaco de polar velho e roçado, tão único, e especial...,

que faz parte de uma vida e permanece ali sogadito, no local de trabalho, para emergências. Tão oportuno num dia como este, em que a chuva gruda na gente, e nos deixa não só a roupa molhada, como os ossos gelados. É bom e reconfortante sabê-lo ali, tão pronto e disponível para mim.

 

Só isso...?!? Mais nada?

- Nadinha! Estou completamente saciada. 

bahhh..., sacias com pouco.

- pois, é a bidinha.

 

e tu, queres partilhar alguma "coisa" que consideres insubstituível{#emotions_dlg.unknown}

 

 

 

 

 

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    libel

    06.02.14

    Nossa, que calor me deu agora, que estranho, de repente senti uma brisa quente, a escaldar, algo tórrido, que nem o deserto do Saará, até estou tendo alucinações, já vejo pirâmides, já vejo o Faraó, já vejo o Rei Escorpião, múmias, areia, muita areia e ...flores? Nãooooo!!
    Impossível, flores no deserto. Não pode!!
    Quem está aí?

    Lissssssssss, és tu mesmo? Sua danadinha, veio tirar saco de mim, gozar na minha cara, jogando raios de sol no meu cantinho destruído pela chuva e granizo desta estação que não larga do nosso pé. Falando em sorvete, sucos, água de coco, borrifadelas..., quando tudo que nos apetece é chá morno, café cheio a escaldar, e sopros de ar quente. Buááááá
    eu troco, eu troco...
    qualquer coisa, fala..., é na hora!

    Só não posso trocar meus sentimentos. Existem espaços em meu coração cativos, e um deles é ocupado por ti Lis, minha amiga. Saudades desse teu jeitinho tão do teu jeito insubstituível.

    Oh! que saudade do Verão

    beijossssssssss..
    te adoro viu
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.