Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O meu cantinho

Semeia um pensamento e colherás um desejo, semeia um desejo e colherás a acção, semeia a acção e colherás um hábito, semeia o hábito e colherás o carácter...queres continuar...

O meu cantinho

Semeia um pensamento e colherás um desejo, semeia um desejo e colherás a acção, semeia a acção e colherás um hábito, semeia o hábito e colherás o carácter...queres continuar...

09.11.18

Tô com Fé que vai dar Pé

libel
  Fé é algo que se entranha. Sem ela a vida fica mais difícil. Precisamos acreditar que coisas boas acontecem, que o céu é azul e apenas fica negro quando se veste a rigor para uma cerimónia mais formal. Que o mar faz festas à areia, deixando-a arrepiada, ao que ela responde: deixa-te de ondas. Que o branco é a cor da paz, mesmo que o algodão engane. Acreditar é sonhar acordado, é viver com esperança. Vamos regar o nosso caminho com fé, porque só assim ele vai dar pé!   
21.03.16

E... se não houver amanhã?

libel
      Aiiii ca susto credo, que foi isto? Catrapum...bum bum,  - (...???...) nãoooo, nem olhes para mim, não foi da feijoada de ontem, juroooooooo - Uhmmm... raios parta, tens de acreditar em mim..., olha só... - C`um raio.., tens razão, está escuro como bréu... Ahhhh (finalmente) ...por acaso até é caso para pensar: E...se não houver amanhã?
14.12.15

A cor dos nossos dias...

libel
  Como é bom chegar aqui e ter uma página imensamente branca, prontinha para esborratar com tudo aquilo que nos vai na alma.  Não. Esse dia ainda não chegou, ainda não é hoje que vou borrar a pintura toda. Apesar de cores não me faltarem. Tenho o azul celeste a sair do bolso, a dizer que está pronto para colorir aquele céu negro que se adivinha  para este Inverno frio e carregado de nostalgia.  Tenho o verde, sim - esse está sempre na bolsinha junto ao batom, são beijos (...)
20.08.15

Afinal (não) havia um príncipe ... para mim

libel
        houve sim, mas não foi para sempre...                                                        como nas histórias encantadas.    Dizer adeus a um sentimento que insiste em gritar dentro de nós é muito doloroso. Ele faz força para sair, todo o dia, toda a hora, mas nós (...)
07.07.15

Doce arroz doce, doce avó doce...

libel
Palavras para quê...   Quais Lorraines, quais Nigellas, quais marias doceiras..., Justas ou injustas, aqui não há dúvidas algumas. As medidas são à cabeça, os ingredientes estão à vista. É preciso não deixar pegar, ir mexendo sempre com atenção e voilá. "Ó filho, as quantidades digo no fim, está bem assim?" ...com esta naturalidade já me emocionei. Uma lembrança que nos toca a todos, por ser tão familiar.  Por isso mesmo, não resisti a partilhar. Com as famosas (...)
14.02.14

SE EU TIVESSE UM NAMORADO...

libel
    Contava-lhe uma história. Ah, pois contava, duas, ou três. Daquelas com principio, meio e final feliz. E, começava pelos pés. era uma vez... Um par de pézes, por sinal bonitos, sem calosidades, macios, com 10 deditos, todos direitinhos, unhas arranjadas e ambos cheirosos, enfiados no belo do sapatinho de cristal. E como todos os pezes, estes também gostavam de andar por aí, uns dias a vadiar, outros a lourear, e de quando em vez, até se faziam à estrada para um (...)
03.05.13

PARABÉNS PRIMINHA!!...

libel
Elas são giras, frescas e divertidas, com paranóias, ataques de riso e muita cumplicidade.  Há dias em que se sentem gordas, outros em que se sentem magras. É tudo culpa das hormonas coloridas, não liguem. Dias em que choram, outros que riem, fujam delas se possível. Dias em que dizem mal umas das outras e dias em que se derretem com o sorriso mais parvo de cada uma, umas pestes portanto. São mulheres, são primas, são irmãs, são companheiras nesta vida agitada, mas também (...)
12.04.13

PARABÉNS MÃE QUERIDA!!

libel
  Mãe  Um sorriso doce e angelical Olhos que inspiram paixão O amor lhe escapa pelos poros  O sentimento à flor da pele     Nãoooooooo...., BOLAS MÃE!!!      ...agora não, por favor, porta-te bem, isso é para homens de barba rija...     eu tentei, juro (...)
04.04.13

Lá querer eu tb queria...(e ainda QUERO).

libel
   Eu quero um amor sem ajustes...   Que sirva direitinho, sem sobrar nem faltar espaço. Que fique justo no corpo, com encaixe perfeito. Que me faça sentir linda só por tê-lo. Quero um amor delicado. Quase infantil. De passear de mãos dadas. De borboletas no estômago. Quero um amor cuidadoso. Que pegue no colo. Que saiba dar colo. E pedir. Quero um amor com sorrisos. De (...)